JANEIRO BRANCO: MÊS DA SAÚDE MENTAL, SAÚDE MENTAL SEMPRE

Recebi este GIF via Whatsapp, espero que funcione na sua mídia
Falar de saúde mental é compreender que esta é, sem medo de ser audaciosa em minha posição, o território, o recurso natural, a tecnologia mais valiosa da existência que cabe ao ser humano explorar. Como ainda somos estrangeiros dentro de nós mesmos, apesar dos  importantes avanços que somos capazes de criar. 

As perspectivas de crescimento dos transtornos mentais e seus inegáveis danos à saúde e à produtividade por cada vez mais incapacitarem ao trabalho e ao desfrutar da vida, torna-se cada vez mais algo que não mais pode ser ignorado, daí a iniciativa de transformar o mês de Janeiro no mês da Saúde Mental -  JANEIRO BRANCO.

Em muitas ocasiões o PSICOLOGIA EM FOCO falou sobre o quanto se tornou insustentável manter a separação corpo e alma - O penso, logo existo de Descartes, somado a todos os pensadores que forjaram a estrutura e o funcionamento do Ocidente, tem se mostrado ineficaz ao longo dos anos para dar conta da comp…

Um único dia de consumo de álcool afeta saúde mental da criança


Pares que esperam bebê



O consumo de quatro doses de bebidas alcoólicas em apenas um dia durante a gravidez pode aumentar os riscos de problemas mentais na criança, como o transtornos do déficit de atenção e hiperatividade, segundo estudo publicado na edição de fevereiro da revista Pediatrics. Os resultados indicam que mesmo que não haja um consumo regular de álcool pela gestante, a ingestão de mais de quatro doses em um dia é prejudicial para o desenvolvimento do bebê.


"Padrões de consumo de álcool durante a gestação como episódios de "bebedeira" podem ser tão importantes como os níveis médios de consumo em conferir riscos para saúde mental e de problemas de aprendizado na infância...", escreveram os autores.
Para avaliar se esses padrões de consumo pela gestante podem estar associados com a saúde mental do filho, independentemente do consumo regular de bebidas, os pesquisadores analisaram mais de 6 mil crianças, considerando o "beber pesado" (consumo de quatro a seis doses no dia) no segundo e terceiro trimestre de gestação, e a saúde mental das crianças em dois momentos de sua vida.

Os resultados indicaram que beber quatro doses em um único dia estava associado a um alto risco de problemas de saúde mental, especialmente déficit de atenção e hiperatividade, nas meninas aos 47 meses, e em ambos os sexos aos 81 meses. Essa relação permaneceu significativa mesmo excluindo o consumo regular diário de álcool.

Fonte: http://pediatrics.aappublications.org/

Comentários