POSTS PROGRAMADOS NO PERÍODO DE FESTAS

Photo by freestocks.org on Unsplash

Olá queridos leitores, como têm sido esta maratona de festas? Tive a ideia de fazer uma mistura de posts novos e antigos que já estão programados. Eles vão acontecer diariamente a partir do dia 19/12 até 01/01 às 8h para quem acessar diretamente o blog ou se inscrever para receber o Feed.

Quem costuma acompanhar o blog pelas redes sociais os posts de compartilhamento acontecem mais tarde quando tenho alguma pausa.

Antes de tudo, quero agradecer a você leitor pela atenção ao meu blog. É bom saber que você está aí do outro lado, que você deu uma olhadinha, saiba que pra mim isso faz toda a diferença que mesmo nesta rápida olhada, você pode ter encontrado uma frase ou uma palavra que fez diferença em alguma reflexão sua e uma semente foi plantada em sua alma. Sabe, fico muito feliz se ao menos conseguir deixar uma semente.

Evidentemente, gostaria de uma maior participação sua, que o blog crescesse, mas sinto que ele cresce no ritmo que tem que crescer. O m…

Mitos da Psicologia


Ainda existem alguns mitos quando se fala na procura de um psicólogo, que podem inibir algumas pessoas de encontrar ajuda. Um dos mitos é que apenas as pessoas "malucas" ou muito perturbadas são seguidas por psicólogos. Mesmo alguns daqueles que optam por ultrapassar esse preconceito e procurar ajuda, têm tendência a esconder dos outros que estão a receber algum tipo de apoio ou acompanhamento psicoterapêutico.
.
Em parte, isto acontece pela crença distorcida e generalizada de que devemos ser capazes de enfrentar tudo sozinhos e que qualquer sinal de fraqueza deve ser ocultado. Podemos cometer o erro de querer ir ao encontro das expectativas sociais, existindo a preocupação da opinião dos outros e demonstrando que somos a tempo inteiro pessoas optimistas, decididas, positivas e de sucesso. Mas a verdade, é que todas estas ideias não correspondem fielmente à realidade. Negar uma fraqueza pode ser o primeiro passo para intensificá-la, assim como achar que não precisamos dos outros pode tornar-se a evidência de que não conseguimos estar sozinhos.
Como seres humanos e não podendo fugir a essa condição, cabe-nos reconhecer que faz parte da nossa essência relacionarmo-nos com os outros e que não temos menor valor só porque em determinado momento podemos necessitar de ajuda psicológica. Muito pelo contrário, pois é indicador de que temos a coragem e força suficiente para expôr a nossas emoções e sentimentos e que estamos a ser honestos e verdadeiros connosco próprios.


Todos nós já passámos por momentos de crise e nessas alturas utilizamos os nossos recursos internos e externos para saber lidar com esses momentos. Nesse sentido, as pessoas que nos rodeiam, como a família e/ou os amigos têm um papel muito importante para o suporte social de que necessitamos e para o nosso bem-estar. Contudo, em determinadas situações é necessário recorrer a um técnico que tenha conhecimentos efectivos para contribuir para uma verdadeira ajuda especializada, que nem os amigos nem família poderão proporcionar.


Quando estamos doentes, não achamos que é uma fraqueza procurar um médico. Quando queremos emagrecer, não achamos que é uma fraqueza procurar um nutricionista. Quando queremos decorar a casa não achamos que é uma fraqueza procurar um decorador. Quando precisamos de apoio psicológico, será fraqueza procurar um psicólogo?

Fonte:http://pt.shvoong.com/social-sciences/psychology/1758921-mitos-na-psicologia

Comentários