CORPO: A NOVA ASCESE, A TRANSCENDÊNCIA DA CONTEPORANEIDADE


 

"O corpo da publicidade, entretanto, não se dirige diretamente a nenhum de nós ou considera as publicidades de nossas histórias de vida ao provocar o nosso desejo de imitá-lo"
(Jurandir Freire Costa).

Comentários