UM PAPO SOBRE ECONOMIA

Photo by Olu Eletu on Unsplash
Será que para ter afeto, se sentir respeitado, você precisa abrir mão de si mesmo? Será que na economia dos sentimentos acaba sempre sendo um preço muito caro a ser pago?

Regina Bomfim



O LADO NÃO GLAMOUROSO E VENCEDOR DA VIDA: AQUI TAMBÉM ESTAMOS E NÃO É INDIGNO, É BASE DO CRESCER







"Pensa nas existências ridículas, sem nenhum charme, nenhum amor, sim, esse amor que não nos ensinaram a receber, mesmo quando ele nos é dado de graça; você se esquece das nossas preocupações em vão, nossa busca interminável pelas noites, nossas dúvidas eternas - O que você está perdendo?"


("Krum", de Hanoch Levin)

Comentários