OS NÓS DA ALMA





As situações dolorosas da vida deixam na alma "nós" que podem tirar da nossa alma o vigor para o relacionamento com a vida de modo espontâneo, influenciando até mesmo o entendimento do que acontece ao redor, porque a percepção fica de certo modo cada vez mais contaminada. Quem nunca se sentiu sem saber o que fazer, buscando sem sucesso encontrar a solução e não consegue?

O ser humano está destinado ao crescimento e conhece os rumos para a sua felicidade, mas em função dos "nós" emocionais, temporariamente o indivíduo perde essa linha direta com o melhor para si mesmo que deve ser entendida não como felicidade permanente, mas a capacidade de se relacionar com a vida de modo realista e criativo.

 A tendência natural do ser humano para o crescimento  e saúde está presente na dor assim como está em nosso organismo com o seu sistema imunológico e outros vários mecanismos de restituição do equilíbrio, podendo ser compreendida na área do psiquismo como uma tentativa de solução, uma medida paliativa inteligente encontrada para continuar funcionando no mundo de algum modo, mesmo que no fim estes mecanismos improvisados acabem por entrar em exaustão, desorganizando o indivíduo em algum setor de sua vida ou em algum lugar do seu corpo ou mente. A  dor representa uma tentativa de buscar o melhor para si dentro do possível. As pessoas são muito mais do que os sintomas.

Comentários