12 de fev de 2018

COMO?



Como você está se sentindo? Sabe que esta pode ser uma senha de acesso para o seu mundo interno? Decidir desenvolver esta atenção no seu cotidiano pode ajudar a se conhecer melhor. Muitas vezes sabemos o PORQUE de algo que nos ocorre, mas isso em muito pouco ou quase nada contribui para a mudança. Já percebeu que as coisas que fazem mudar foram aquelas que tomaram o seu corpo inteiro? É assim com você?

Sabia que para ter um blog considerado relevante, leia-se, bem posicionado nos mecanismos de pesquisa até a quantidade de palavras conta? É preciso um post com mais de 100 palavras para ser visto. Eu escrevo o que sinto que devo escrever. Pode ser além ou aquém...

Existe um conjunto de técnicas de impulsionamento denominadas SEO que são procedimentos para melhorar o ranqueamento do seu blog/site. Se o meu blog vir a ser um dia bem posicionado não será tanto por estes métodos que são até bastante  instrutivos. costumo fazer algumas pesquisas, mas não levo muito à sério. 

Na verdade, meu blog perdeu sensivelmente visualizações quando alterei o layout, mas gostei tanto que deixei assim mesmo. Até tenho o formato anterior salvo, poderia fazer backup. Isso também pode interferir. Sempre que possível procuro aprender novidades para tornar a sua navegação bem amigável e atraente, querido leitor!

Gratidão pelos que encontram no seu cotidiano um tempo para às 8h das segundas-feiras acompanharem minhas postagens. Mantenho este blog por puro prazer de contar com sua companhia e aprender. 

Sou feliz em saber que somos de algum modo companheiros de uma jornada, mesmo que virtual. Sou feliz se puder ter feito um alguém não desistir e cuidar de si mesmo (isso é afetar alguém, é de onde vem a palavra afeto), decidindo se conhecer seja empreendendo sozinho esta "viagem", seja decidindo procurar ajuda profissional. Sou feliz e grata por tudo que o PSICOLOGIA EM FOCO me dá e já me deu.

Escolhi este vídeo com esta famosa música de Bach (para mim, o maior de todos!) executada pelo grande pianista Nelson Freire, porque simplesmente me dá alegria. Tenho uma relação de muito, muito tempo com esta linda música, que sempre me emocionou. Ela me remete ao tempo que frequentava a igreja católica quando criança. 

Na igreja que minha família frequentava, existiam domingos de missa cantada. Tinha coral grande, o naipe de cordas quase completo, orgão e aquilo era lindo, grandioso! Era quase um concerto de música de câmara. Isso  me encantava num grau...

Não sou profunda conhecedora de música clássica, ouço todos os gêneros, desde que seja música boa, mas me aproximei muito da música de concerto quando diminui bastante a TV e a internet. É importante ressaltar que posso decidir monetizar o blog em algum momento, mesmo gostando muito de escrever.

Regina Bomfim

Grata por sua visita! Curta comente e compartilhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo