COMO DIZER NÃO PARA SEU CHEFE?




O ideal é que seja dito de forma respeitosa e sempre com argumentos plausíveis

Fonte: O Globo

Quantas vezes você, diante da pressão por resultados disse "sim" ao chefe, quando, na verdade, queria dizer "não"? A necessidade de cumprir metas e o receio de bater de frente com o gestor muitas vezes pode afetar a capacidade de gerenciar o tempo e produtividade na execução de tarefas. Mas como recusar eventuais pedidos de líderes de equipe?


O consultor e professor de MBA da Fundação Instituto de Administração (FIA- SP), José Ricardo Noronha, diz que não há uma fórmula certa para falar não. O ideal é que seja dito de forma respeitosa e com argumentos plausíveis. Uma simples negativa, sem a oferta de soluções, pode gerar discordâncias e reduzir a credibilidade do profissional perante o chefe.
- Deve mostrar ao chefe que entendeu a importância do pedido, mas que, naquele momento, você é incapaz de atendê-lo. Se coloque à disposição, indique profissionais que possam fazer a solicitação e mostre que possui uma visão sistêmica do problema. Atitudes como essas geram uma relação de confiança. - avalia.

Para o especialista, a dificuldade em dizer 'não' pode causar problemas no futuro para o profissional. Se ele se compromete com algo que não pode cumprir no curto prazo, a tendência é que a qualidade da execução seja afetada, gerando desgaste, estresses e falta de motivação do funcionário
- Com o mercado altamente competitivo e demissões ocorrendo em massa, os profissionais acabam abraçando outras funções. Mas não basta só querer agradar. É fundamental se preocupar com a saúde do relacionamento ao longo prazo com seu chefe e equipe - sugere.

NEGOCIAR É PRECISO

Na opinião do empresário Sandro Binello, a palavra certa para esse tipo de situação é assertividade na comunicação. Tomar cuidado com o tom de voz, a expressão corporal e o olho no olho na hora de falar 'não' ao chefe é fundamental. Outro conselho é perguntar a ele a importância e a urgência do pedido. Há sempre espaço para negociação de prazos, dependendo da resposta.

Pela experiência como líder em uma empresa de treinamentos, ele aponta três formas de reação mais comum entre funcionários que recebem muitas demandas do gestor. A primeira delas é ser agressivo na resposta, ao dizer que não pode executar o trabalho por estar com um grande volume de projetos sob sua responsabilidade. Segundo Binello, esse é o pior comportamento, pois pode gerar confrontos e repulsa do chefe.

Outra maneira de reagir a uma solicitação é ser passivo. Esse tipo de pessoa não consegue falar 'não' e abraça todas as funções e trabalhos que aprecem. O maior risco para esse tipo de profissional é passar uma imagem de mau executor de tarefas. Já a última e melhor forma de reação, na avaliação do empresário é ser sincero na resposta ao superior, assumindo a responsabilidade ou dizendo com firmeza, que não poderá cumprir.
- É importante sempre sugerir uma alternativa. Mostrar que o problema do chefe é seu também demonstra comprometimento e visão completa sobre o negócio. Se o chefe insistir que você faça o trabalho, negocie a ajuda de colegas para desempenhar a tarefa com qualidade e resultados para a companhia. O que não vale é se comprometer e não cumprir com primor - ressalta Binello.

Comentários