Pular para o conteúdo principal

Postagens

CONTAR SOBRE SI MESMO

sempre acreditei que a MPB de qualidade nunca deixou de existir, a música pulsante no anonimato que vem à tona de tempos em tempos. Há beleza e profundidade na nova MPB, há um riqueza que não foi perdida e está por aí trazendo outros olhares. Ouvi dia desses esta música no rádio e decidi compartilhar com vocês. A música fala um pouco sobre o modo que as pessoas escolhem falar sobre si mesmas e de uma pessoa que procura se achar no meio de uma variedade de percepções. Contar sobre si mesmo quase nunca é fácil... Regina Bomfim

Contagem Tom Drummond
Eu não sei dizer o que passa em mim
Pra contar do que eu sou feito
Cada outro alguém que eu já conheci
Se contou de tanto jeito Pelas pedras que o caminho achou
Pelos sonhos que ainda vão achar Eu reconto cada outro alguém
Quando a morte me fizer ninguém
As canções que eu fiz vão me contar Tem quem conte as noites que não dormiu
Cada beijo afaga o anseio
Tem quem conte em passes que já venceu
E a derrota em rosto alheio Tem quem conte quantos passos deu
E a di…
Postagens recentes

COMPREENDER E CONCORDAR

FELIZ ANO NOVO!!

CHEGOU O NATAL!

Um Natal Feliz a todos consciente da variedade de cenários e sentimentos vividos neste dia. Nem sempre o cenário e os sentimentos são felizes como estes tempos nos convidam a pensar.
Que haja forças e esperança para seguir em frente...
São os votos do blog PSICOLOGIA EM FOCO
Cuide-se. Se precisar de ajuda, procure
Regina Bomfim

FELIZ NATAL!!

Este post foi escrito no final de agosto quando a rapidez de um mês que passa faz lembrar do quanto o ano está passando tão rápido e daqui a pouco as festas já estão aí de volta e com isso aquele "balanço geral" do ano, da vida que vem nestes tempos.


O que desejo a você é o mesmo que desejo para mim que é não cair na tentação de se comparar e que nas contas deste balanço hajam as vitórias silenciosas daquele problema que você resolveu sozinho, aquele pequeno passo dado em direção a construir uma relação de maior carinho consigo mesmo, como outras conquistas e o quanto isso desenvolveu sua competência de estar com os outros.

Desejo a você aqueles momentos simples de ver o sol, sentir o vento coisas que a correria dos dias passam despercebidos, mas foi possível sentir mesmo porque a janela do carro estava aberta.

Desejo a você muitas vitórias sobre si mesmo e decisões tomadas por respeitar o seu ritmo pessoal.

Desejo a você a felicidade que se vê, mas que seja infinitamente maior …

SABE O JOIO DO TRIGO??

Saber separar o que é seu e o que é do outro... Ainda me confundo pra caramba! Mas vida que segue... . 

Regina Bomfim

O QUE SOMOS E O QUE DEVERÍAMOS