Pular para o conteúdo principal

Postagens

INDIFERENÇA E RELAÇÕES ABUSIVAS:

 Ele é o cara que não grita, não xinga, não bate, mas quando você ameaça sair do "script criado por ele" como estudar, trabalhar, viajar, sair com os amigos, sair sozinha etc, ele deixa de falar com você, começa a ficar reservado, silencioso, indiferente. Pode até deixar de te procurar na cama. Quando você pergunta o que ele tem, ele responde que está tudo bem. No namoro podem haver sinais. A mulher que recua nos seus desejos mais profundos para "pacificar" o abusador, abre caminho para que a "linguagem" do silêncio e da indiferença se instale como estratégia de dominação para gerar culpa e insegurança na parceira. Ele não grita, nunca te empurrou, te deu um soco... É importante observar que condutas tóxicas como estas podem ter dimensões muito sutis, o que pode dificultar a identificação.  Observar os sinais e autoconhecimento sempre serão as condutas preventivas sugeridas nas fases iniciais da relação amorosa. Estar num relacionamento deste tipo é muito
Postagens recentes

SABE AQUELE CARA? PREVENÇÃO RELAÇÕES ABUSIVAS: UMA VISÃO

Sabe aquele cara que conheceu a esposa na balada toda soltinha fazendo as mais famosas coreografias da Anitta, Ludimila e companhia?  Ela era a gostosa do baile, poderia ter todos que quisesse (e teve). Escolheu o cara por amor. Ela só dançava porque dançar a deixava alegre e nem sempre tinha um plano de sedução na cabeça quando saía na noite. Só quando ela queria ter. Dançar sempre foi mais e "o que tiver de ser será". Era seu lema. Ela só tinha olhos para ele. O cara se encantou com a mais bela do baile, se casaram e ele pensou que ela ia aceitar ficar em casa, porque no fundo, ele sempre foi caseiro. Ela quer dançar mesmo depois de casada porque dançar era uma coisa tão boa pra ela... Ela amava o cara que escolheu e ele passou a detestar a alegria dela. Sempre dava uma desculpa para não levá-la para dançar e ela queria ir com ele, mesmo sabendo que ele dançava mal. Ela nem ligava. Namorar o marido, sair os dois pode deixar tudo mais leve... Ela pediu tantas vezes, até que

A MULHER QUE ATRAI RELAÇÕES ABUSIVAS: O "DEDO PODRE"

A MULHER QUE ATRAI RELAÇÕES TÓXICAS: O "DEDO PODRE" Não é um texto sobre culpar a mulher. Ser mulher já é carregar tanta culpa... Mesmo vítima sempre há de antemão uma dúvida presente se contribuiu para o delito cometido. Repito, não é um texto para culpar a mulher, mas um texto para convidar a mulher a verificar suas "chagas emocionais". Na sua história podem haver situações em que se sentiu insuficiente e isso sem perceber tornou-se um "projeto existencial" de encontrar alguém para preencher esta lacuna, ou seja, uma "fratura" emocional ocorreu, mas ficou ali sem cuidado, somente sob a ação do tempo... Sem perceber a mulher passa a crer ser preciso encontrar alguém para suprir essa carência, alguém para tratar da sua fratura. Elogios sem critério (não é que não mereça elogios) e ações românticas excessivas, presentes quase sempre apenas no ato da conquista, podem dar a impressão de ter encontrado "a pessoa".   Sem perceber, situações

2021: "TU VENS, TU VENS. EU JÁ ESCUTO OS SEUS SINAIS" (ANUNCIAÇÃO - ALCEU VALENÇA)

  O que foi 2020? Para muitos um ano que não aconteceu, um ano que despertou os mais diversos sentimentos, mas não dá pra negar que o medo esteve presente, um sentimento da lista dos sentimentos que nem se deve falar o nome... O medo do desconhecido que 2020 jogou todos por ver em maior ou menor grau, seu mundo cair, não só pela queda para alguns drástica da renda, mas a queda dos conceitos usados para se movimentar no mundo. Todo mundo tinha um certo "script" pra sua rotina que passou de certo modo a não valer mais. Conheço há anos a música Anunciação de Alceu Valença, mas confesso nunca ter prestado atenção a letra. Ouvindo com mais cuidado talvez seja possível dizer que 2021, apesar de toda expectativa que um novo ano sempre traz, 2021 vem com a expectativa ainda mais aumentada, vem também repleto de Mistério. 2020 nos iniciou no Mistério. Hoje, como iniciados no Mistério, talvez seja possível começar a perceber que além das expectativas acalentadas, tudo, absolutamente tu

AS CONQUISTAS E O PROPÓSITO

  AS CONQUISTAS E O PROPÓSITO Saber-se o único é ser livre livre para ser si mesmo. Tudo aquilo que visa constranger para ser igual a... é ir contra á Natureza tão diversa.  Se alguém diz que o que você faz nunca é bom o suficiente, tudo bem porque cada um tem o seu ritmo e seu modo de ser. Se existir nessa afirmação algo útil a ser aprendido e aprimorado que seja absorvido e modificado em silêncio. Vida que segue.  Elogios rasgados e sem critério também podem ser vazios, trazendo uma visão super inflada de si, atribuindo recursos que não pertencem ainda ou nunca vão pertencer ao indivíduo por até mesmo falta de habilidade.  Não dá para ser bom em tudo e transformar a vida num "campeonato", competindo por tudo, é viver sobre pressão e adoecer para estar num "pódio" que às vezes nem é o lugar que a essência do indivíduo diz para ele estar. Pode ser muita energia despendida por nada. Por nada. Regina Bomfim

COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA: UMA VISÃO PESSOAL

  COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA: UMA VISÃO PESSOAL O gérmen da comunicação não violenta é se permitir silenciar pelo entendimento de si os "ruídos" dissonantes, confusos . Cada pessoa é um mundo que foi erguido com base no que viveu e compreendeu do que viveu e podem haver erros de percepção neste processo, como os que ocorrem em relações abusivas, causando um curto-circuito em si mesmo e na relação com os outros. Tudo vem muito no automático, muito mecânico. É o "quando vi, já foi".  Às vezes a pessoa consegue sair da relação tóxica, mas o "veneno" fica circulando no seu organismo, seja atraindo mais este tipo de relacionamento seja passando a ser a própria pessoa tóxica. A relação tóxica não saiu dela. O gérmen da empatia e da compaixão nasce deste entendimento de si como qualidades e defeitos, capaz de em seguida perceber no outro as lutas já travadas ou que ainda estão em curso, mesmo tudo sendo diferentão no outro. E até mesmo se permitindo a não querer te

CÍRCULO VICIOSO

CÍRCULO VICIOSO Bailando no ar, gemia inquieto vaga-lume: "Quem me dera que fosse aquela loura estrela, Que arde no eterno azul, como uma eterna vela!" Mas a estrela, fitando a lua, com ciúme: "Pudesse eu copiar o transparente lume, Que, da grega coluna à gótica janela, Contemplou, suspirosa, a fronte amada e bela!" Mas a lua, fitando o sol, com azedume: "Mísera! tivesse eu aquela enorme, aquela Claridade imortal, que toda a luz resume!" Mas o sol, inclinando a rútila capela: "Pesa-me esta brilhante auréola de nume... Enfara-me esta azul e desmedida umbela... Por que não nasci eu um simples vaga-lume?" Machado de Assis Publicado no livro Poesias Completas (1901). Poema integrante da série Ocidentais   Na verdade, nada sabemos sobre o desejo do outro a não ser que ele nos diga e se neste momento  for aceito o convite para ser "afetado" pelo mundo do outro, se inicia uma viagem de variadas paisagens.  Dizer sobre sentimentos genuínos é o