UM PAPO SOBRE ECONOMIA

Photo by Olu Eletu on Unsplash
Será que para ter afeto, se sentir respeitado, você precisa abrir mão de si mesmo? Será que na economia dos sentimentos acaba sempre sendo um preço muito caro a ser pago?

Regina Bomfim



Pílulas de ânimo aos portadores de transtornos de ansiedade 4

Você é seu melhor amigo?


Quando alguém fala positivamente com você todo tempo é bem provável que se sinta bem e deseje a companhia desta pessoa buscando sempre o contato com ela. De modo contrário, se alguém tratasse você mal sempre, esta pessoa não traria o bem estar de antes e a tendência seria o afastamento.

É possível ficar longe das pessoas, mas não dá pra ficar longe dos seus sentimentos. Se permite que eles sejam sempre de preocupação e pejorativos, isto pode levar a atitudes e crenças negativas. Por outro lado, pensamentos afirmativos podem criar boas sensações e expectativas.

É bem mais garantido você ser seu melhor amigo do que seu pior inimigo. Observe a maneira como fala consigo mesmo quando está ansioso. Se for negativa se pergunte: Se eu tivesse um amigo na mesma situação, eu falaria com ele de forma negativa? Qual seria meu tom de voz? O que eu diria para consolá-lo e encorajá-lo? Você não acha que merece este mesmo cuidado, este mesmo olhar amoroso, amigável? É importante elogiar a si próprio, estimulando a si mesmo em seus esforços de mudança.




Comentários