O TEMPO DA HUMANIDADE: NOSSOS DIAS, UMA VISÃO



Resultado de imagem para festa



Não nos iludamos. Há ainda muitos oprimidos agonizando em silêncio, apesar de gargalharem freneticamente nas festas sem fim. Assim como nos corpos e nas vidas que consideramos como "perfeitas".

Nem sempre os farrapos físicos definem os oprimidos. Como disse o educador Paulo Freire, há opressores nos oprimidos e oprimidos nos opressores.

De modo algum observar no cotidiano este fato significa desacreditar que o Homem pode dar novos rumos à Humanidade. O gérmen desta mudança é um gesto de construção íntima. E menos por via das leis ou qualquer outro agente externo.

A força das coisas nos fará aprender cedo ou tarde. E vai ser lindo. Assim como é lindo testemunhar o momento em que o indivíduo em terapia começa a alcançar a compreensão de si mesmo. É como é lindo...

Regina Bomfim
Psicóloga Clínica
(21) 99489-2311/98186-1952
bomfimregina2@gmail.com
facebook.com/psicologiaemfoco1
twitter: @reginabomfim2

Comentários