O MUNDO PRECISA DE MENSAGENS POSITIVAS: UM TOQUE DE ARTE

Não se incomode O que a gente pode, pode O que a gente não pode explodirá A força é bruta E a fonte da força é neutra E de repente a gente poderá
Realce, realce Quanto mais purpurina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce
Não se impaciente O que a gente sente, sente Ainda que não se tente afetará O afeto é fogo E o modo do fogo é quente E de repente a gente queimará
Realce, realce Quanto mais parafina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce
Não desespere Quando a vida fere, fere E nenhum mágico interferirá Se a vida fere Com a sensação do brilho De repente a gente brilhará
Realce, realce Quanto mais serpentina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce

Não sei bem qual é o público que lê o blog. Ainda não fiz este estudo. Pode ser que vocês l…

Proteger os vulneráveis - A Bioética dos "4ps"





Ser vulnerável significa estar exposto à possibilidade de ser ferido, quer física ou psicologicamente, numa situação em que faltam habilidades e/ou meios de se proteger. 


Grupos vulneráveis seriam os menores, prisioneiros,, população pobre, crianças entre outros. Frente a esta desproteção fica muito fácil manipular transformando os seres humanos em meros "cobaias". Para proteger, necessitamos contrapor uma bioética dos "4Ps": prudência - frente ao desconhecido; prevenção - frente a possíveis danos e riscos de prejuízos; precaução - diante de ameaças e perigos que determinadas intervenções de tecnociência podem causar; proteção - da dignidade dos mais vulneráveis, desprotegidas e frágeis da sociedade.
Léo Pessini, Camiliano