De modo geral, gosto de criar e de trazer textos das mais diversas fontes que provoquem no leitor a reflexão, a pesquisa para que sempre a resposta final parta dele. Este blog não se propõe a dar "dicas", "receitas" de qualquer espécie. 
O texto abaixo tem uma contundência que pode soar como uma atitude de "impor" uma visão de mundo. Não é isso que pretendo, mas convidar para um olhar, mesmo que breve do nosso movimento no mundo, nessa vida que sempre veloz e repleta de solicitações nos pede ações, decisões rápidas. Como estamos nos portando diante do que vem a nós no dia a dia? Sabemos para o que de fato estamos lutando?Se este mesmo que breve olhar ocorrer vou me sentir feliz por alcançar o meu objetivo.  (Regina Bomfim)


A Vida Como Farsa

Se você o tempo todo mostra ao mundo
que tudo, absolutamente tudo, sempre está bem...
que as coisas nunca te abalam ou te preocupam...
Saiba que o corpo irá te desmentir...
As enxaquecas, gastrites, inflamações 
na garganta, entre outras manifestações,
são severos sinas da farsa
que você está fazendo da própria vida.


Não adianta tentar colocar um sorriso no
rosto se o coração está sangrando.. a alma
não tolera essa farsa... o corpo irá gritar com
os mais variados sintomas... o mioma, o cálculo
renal, a taquicardia, infecção urinária 
sempre são sinais de alerta...


Escute o teu coração e veja sua palpitação..
De nada adianta tentar sorrir se não houver
alegria na alma... tente resgatar o que te magoa,
tente superar os percalços, mas não faça da
vida uma farsa... as conseqüências sempre são severas...
não veja nas complicações cardio vasculares 
e nas diversas formas de bronquite apenas
meros sintomas físicos... elas também
mostram nossa fragilidade 
diante dos mais diferentes enfrentamentos...


Não adianta calar se o coração quer gritar...
O grito contido irá doer nas entranhas da alma e irá
machucar as partes do corpo mais sensíveis a tais
agressões... e também não grite quando o
coração quer silêncio... o espírito se desestrutura
diante de barulhos indesejáveis...
não engula dissabores em nome de que
apenas grandes questões
devem te preocupar...


Não são apenas os grandes dissabores
que envenenam a alma e dilaceram o corpo e 
o coração... também são as pequenas coisinhas que
se somam e tornam insuportável o fardo da
própria vida...
não faça da tua vida uma farsa...


É fatal negar os desígnios do corpo... a enxaqueca
é sinal de que a tua tensão excedeu os limites...
A gastrite, esofagite, e a sinusite mostram que a
tua estrutura emocional sucumbiu diante da razão...
Deixe a emoção se mostrar... diante da depressão
assuma estar deprimido... diante da angústia, viva
intensamente o estar angustiado...tente reverter
esse quadro agindo em sentido contrário...
mas não com falso sorriso e titubeios..


Diante das lágrimas assuma a intensidade do
teu choro... nunca tente negar o que te faz
sucumbir... a paz e a serenidade são dádivas
do espírito tranqüilo... nunca
faça da própria vida uma farsa.
Somos humanos e podemos aceitar o fato de
que sucumbimos diante 
dos problemas que afetam nossa humanidade


As tuas disfunções hormonais e de tiróide
são indícios de que você está indo além dos
padecimentos que o corpo e a alma suportam...
A vida não tolera farsas... podemos enganar
todos, mas nunca a nós mesmos... a vida
quando se torna uma farsa se torna um fardo 
insuportável... não deixe sua vida se transformar
em uma grande farsa.. recolha tua dor e sorria
apenas quando o coração estiver em festa....
Não faça da tua vida uma farsa...

Valdemar Augusto Angerami - Camon
Fonte: www.uol.com.br/pensadores