UM TOQUE DE ARTE: UM POUCO DE POESIA

“Em que momento existo?





E em que tempo eu estou: aqui? Agora? Ou nunca?
Fui em algum tempo antes o que agora não sou mais?
Serei em um outro tempo o que eu fui e sou agora, ainda?
Porque me vejo vivendo aqui como um dom do tempo ou da vida
O exato tempo único de cada único momento.
Mas vivo agora a memória do instante que passou
E me vejo a cada agora imaginando um amanhã
que nem existe ainda.
Porque a cada instante sou eu mesmo: sou. E sei?
E sou o mesmo e um outro que houve antes de mim
e veio comigo até agora e me fez eu.
E sou agora eu e estou já sendo quem?
Qual eu no ser que me sucederá depois
e em quem eu penso agora, de quem eu lembro agora
em quem eu me pré-sinto?
Estive lá? Estarei lá?
E onde estou, e em quem: aqui, agora?”

Jorge Luis Borges
                    (Aprender o Amor, 2005)

Comentários