O MUNDO PRECISA DE MENSAGENS POSITIVAS: UM TOQUE DE ARTE

Não se incomode O que a gente pode, pode O que a gente não pode explodirá A força é bruta E a fonte da força é neutra E de repente a gente poderá
Realce, realce Quanto mais purpurina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce
Não se impaciente O que a gente sente, sente Ainda que não se tente afetará O afeto é fogo E o modo do fogo é quente E de repente a gente queimará
Realce, realce Quanto mais parafina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce
Não desespere Quando a vida fere, fere E nenhum mágico interferirá Se a vida fere Com a sensação do brilho De repente a gente brilhará
Realce, realce Quanto mais serpentina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce

Não sei bem qual é o público que lê o blog. Ainda não fiz este estudo. Pode ser que vocês l…

Gerenciando Propostas

"A idéia não é ser uma caixa de reclamações, mas sim de soluções". A frase do economista Otávio Sampaio, sócio do Riopro Informática, resume bem o que é o Zest. Lançado em dezembro do ano passado, o site (zest.com.br) é uma ferramenta para captar idéias de funcionários ou clientes de empresas, auxiliando-as a criar uma cultura inivadora.

A inicativa surgiu de um estudo sobre como a inovação vem evoluindo fora do país. Sampaio descobriu ferramentas com propostas similares no exterior, mas nada parecido no Brasil. A proposta é que, em poucos cliques, as companhias passem a contar com um fórum integrativo onde qualquer pessoa pode entrar para sugerir e votar em idéias, criando um ambiente colaborativo.

Para um empresa fazer parte desta rede, basta se cadastrar. Há opções de planos gratuitos e pagos com preços que variam de R$ 260 A r$ 1.220 mensais, dependendo da capcidade de usuários e da variedade de benefícios oferecidos, como fornecimento de relatórios e estatísticas de uso.

- O Zest já está sendo usado por 20 empresas. A expectativa é que até o final do ano o serviço atinja mais 50 - afirma Sampaio.

Fonte: JORNAL O GLOBO Caderno Boa Chance - Seção Click! PAG 8 dia 27/09/2009