JANEIRO BRANCO: MÊS DA SAÚDE MENTAL, SAÚDE MENTAL SEMPRE

Recebi este GIF via Whatsapp, espero que funcione na sua mídia
Falar de saúde mental é compreender que esta é, sem medo de ser audaciosa em minha posição, o território, o recurso natural, a tecnologia mais valiosa da existência que cabe ao ser humano explorar. Como ainda somos estrangeiros dentro de nós mesmos, apesar dos  importantes avanços que somos capazes de criar. 

As perspectivas de crescimento dos transtornos mentais e seus inegáveis danos à saúde e à produtividade por cada vez mais incapacitarem ao trabalho e ao desfrutar da vida, torna-se cada vez mais algo que não mais pode ser ignorado, daí a iniciativa de transformar o mês de Janeiro no mês da Saúde Mental -  JANEIRO BRANCO.

Em muitas ocasiões o PSICOLOGIA EM FOCO falou sobre o quanto se tornou insustentável manter a separação corpo e alma - O penso, logo existo de Descartes, somado a todos os pensadores que forjaram a estrutura e o funcionamento do Ocidente, tem se mostrado ineficaz ao longo dos anos para dar conta da comp…

Educar para a Ética


Por Paulo Pozzebon
Universidade Sâo Francisco



Nenhuma formação está completa sem a educação ética. Uma postura ética inconsistente ou meramente exterior sabota as retas intenções e trai as causas que se pretende servir. Quem quer viver ou trabalhar ao lado de pessoas sem ética? Educação ética se dá não apenas pela vivência costumeira das normas e valores morais (honestidade, solidariedade, respeito, trabalho, etc), mas principalmente pela cuidadosa reflexão sobre sua justeza, validade e razão de ser, para que a adesão seja livre e consciente. Os pais podem estimular e contribuir pelo exemplo, nas situações cotidianas. A escola deve ajudar dando instrumentos para a reflexão. Mas cabe a cada um a tarefa de refletir sobre suas opções éticas fundamentais.


Comentários