O MUNDO PRECISA DE MENSAGENS POSITIVAS: UM TOQUE DE ARTE

Não se incomode O que a gente pode, pode O que a gente não pode explodirá A força é bruta E a fonte da força é neutra E de repente a gente poderá
Realce, realce Quanto mais purpurina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce
Não se impaciente O que a gente sente, sente Ainda que não se tente afetará O afeto é fogo E o modo do fogo é quente E de repente a gente queimará
Realce, realce Quanto mais parafina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce
Não desespere Quando a vida fere, fere E nenhum mágico interferirá Se a vida fere Com a sensação do brilho De repente a gente brilhará
Realce, realce Quanto mais serpentina melhor Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor Com tudo de real teor de beleza Realce, realce, realce, realce

Não sei bem qual é o público que lê o blog. Ainda não fiz este estudo. Pode ser que vocês l…

O momento de alçar vôo: um dia ele vem e é belo em qualquer tipo de relação





Sonho com o dia em que me tornarei desnecessário; com o dia em que as misérias e as dores dos outros não precisem mais de um especialista nestes assuntos. Não tenho medo de não poder mais viver disso, porque a gente sempre pode fazer outra coisa da vida. Seria muito interessante ver chegar o dia em que, como psicólogo, eu não fosse mais preciso. Se temos medo de que, em algum momento, deixemos de ser importantes, relevantes, necessários como psicólogos, então precisamos nos perguntar sobre o que move essa vontade de importância. Será que ela não é uma “vontade de impotência”?"


Valter Rodrigues

Comentários