JANEIRO BRANCO: MÊS DA SAÚDE MENTAL, SAÚDE MENTAL SEMPRE

Recebi este GIF via Whatsapp, espero que funcione na sua mídia
Falar de saúde mental é compreender que esta é, sem medo de ser audaciosa em minha posição, o território, o recurso natural, a tecnologia mais valiosa da existência que cabe ao ser humano explorar. Como ainda somos estrangeiros dentro de nós mesmos, apesar dos  importantes avanços que somos capazes de criar. 

As perspectivas de crescimento dos transtornos mentais e seus inegáveis danos à saúde e à produtividade por cada vez mais incapacitarem ao trabalho e ao desfrutar da vida, torna-se cada vez mais algo que não mais pode ser ignorado, daí a iniciativa de transformar o mês de Janeiro no mês da Saúde Mental -  JANEIRO BRANCO.

Em muitas ocasiões o PSICOLOGIA EM FOCO falou sobre o quanto se tornou insustentável manter a separação corpo e alma - O penso, logo existo de Descartes, somado a todos os pensadores que forjaram a estrutura e o funcionamento do Ocidente, tem se mostrado ineficaz ao longo dos anos para dar conta da comp…

Saúde e Cidadania






Ao longo dos últimos anos houve uma mudança no conceito de saúde: De "caridade" para "direito". Infelizmente em tempos de globalização excludente, este direito corre o risco de ser transformado numa "mera mercadoria", num mercado livre sem coração!
 
É urgente a necessidade de uma educação cidadã, em que a tomada de consciência de segmentos mais pobres da população levará à mudança desta realidade, fazendo garantir os direitos constitucionais. O direito à saúde é garantido pelas Constituições de muitos países, mas infelizmente ainda é um direito teórico e meramente "virtual" em muitos países da América Latina e na região do Caribe. Mas na realidade, as coisas são injustas e o povo sofre com precários serviçoes de saúde. Para mudarmos este cenário urge priorizar uma educação para a cidadania e controle social.

(Leo Pessini)

Comentários