JANEIRO BRANCO: MÊS DA SAÚDE MENTAL, SAÚDE MENTAL SEMPRE

Recebi este GIF via Whatsapp, espero que funcione na sua mídia
Falar de saúde mental é compreender que esta é, sem medo de ser audaciosa em minha posição, o território, o recurso natural, a tecnologia mais valiosa da existência que cabe ao ser humano explorar. Como ainda somos estrangeiros dentro de nós mesmos, apesar dos  importantes avanços que somos capazes de criar. 

As perspectivas de crescimento dos transtornos mentais e seus inegáveis danos à saúde e à produtividade por cada vez mais incapacitarem ao trabalho e ao desfrutar da vida, torna-se cada vez mais algo que não mais pode ser ignorado, daí a iniciativa de transformar o mês de Janeiro no mês da Saúde Mental -  JANEIRO BRANCO.

Em muitas ocasiões o PSICOLOGIA EM FOCO falou sobre o quanto se tornou insustentável manter a separação corpo e alma - O penso, logo existo de Descartes, somado a todos os pensadores que forjaram a estrutura e o funcionamento do Ocidente, tem se mostrado ineficaz ao longo dos anos para dar conta da comp…

DOE VIDA: DETALHES A QUEM SE INTERESSAR





Doar sangue é um gesto de amor e solidariedade, assim como salva vidas! Para doar é preciso estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 50kg, ter entre 19 e 69 anos (sendo que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos), estar descansado e alimentado


A partir dos 16 anos, o jovem pode doar com autorização dos responsáveis. Resfriados, anemia, gravidez, amamentação, ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação, tatuagem e piercing realizados nos últimos 12 meses impedem a doação temporariamente. Em alguns casos, a proibição de doar é definitiva, como a evidência clínica e laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue (hepatites, AIDS e doença de Chagas), uso de drogas ilícitas injetáveis, ou paciente que recebeu enxerto.


Foi retirado de um calendário religioso e não tinha autor. Aqui no Rio de Janeiro, temos o Hemorio.

Comentários